noventa e nove

27 fevereiro 2006

Para mais tarde recordar...














Vítor Baía regressou à baliza do Futebol Clube do Porto.
Logo num clássico frente ao Benfica.
Logo para cumprir o seu 400º jogo na Liga portuguesa.
Baía fez questão de assinalar a data.
Com um momento inesquecível... à Baía!

Foi, concerteza, um momento que a claque dos azuis-e-brancos, não vai esquecer tão cedo. Desconfio que até o previam! Colocados atrás da baliza onde Baía sofreu o golo, os SuperDragões tinham máscaras de protecção, que alegavam ser necessárias por causa do vírus H5N1.
Ironia do destino...


Revista de imprensa

"O único golo da partida foi marcado por Robert, muito devido a um erro de Vítor Baía."
Diário Digital

"Baía parecia ter a coisa controlada mas, surpreendido por um ressalto, deixa-se bater, mal."
Mais Futebol

"Fatal! A bola ganhou efeito caprichoso e enganou Vítor Baía, que, não obstante a velocidade do esférico, parece ter sido mal batido."
A Bola

"Águia voa com frango. O «disparo», forte e colocado, aos 40', traiu Vítor Baía que, ao deixar a bola bater à sua frente, ficou completamente fora do lance."
Record

"Golo de Carnaval. Livre de longe marcado por Laurent Robert com Vítor Baía a ser mal batido."
O Jogo

"Gripe das aves abate Dragão. Pontapé poderoso do francês com a bola a trair Baía já em queda e a passar-lhe por cima do braço direito, num grande frango."
Correio da Manhã

"A bola partiu com efeito, ainda terá tocado no relvado e Vítor Baía não foi capaz de deter o esférico, que caminhou paulatinamente para a sua baliza"
Diário de Notícias

"Erro de Baía mantém Benfica na corrida. Um 'frango' de Vítor Baía - não susteve uma bola perfeitamente defensável de Laurent Robert - acabou por desequilibrar a balança"
Jornal de Notícias

"O único golo da partida foi apontado pouco depois da linha de meio campo e acabou por trair Vítor Baía, regressado hoje à titularidade na baliza portista."
Público

"Robert marcou o golo decisivo com uma ajuda de Vítor Baia."
Renascença

"O triunfo dos «encarnados» ficou a dever-se a um golo invulgar do francês Laurent Robert, com a ajuda do guarda-redes Vítor Baía, que hoje regressou aos revaldos."
TSF


RBR